Programas

Considerada tema de destaque na busca de aprimoramento das ações e dos investimentos sociais, a Avaliação Econômica de Projetos Sociais é reconhecida como importante ferramenta para subsidiar a gestão e o aprimoramento de iniciativas de caráter social. Permite otimizar a alocação dos recursos e propiciar a prestação de contas, não só aos financiadores, mas também aos beneficiados pelas intervenções sociais e à sociedade em geral. É também por meio desta metodologia que a Fundação Itaú Social aproxima competências da área econômica do campo social.

A Avaliação Econômica é composta de duas partes: avaliação de impacto e cálculo do retorno econômico. A avaliação de impacto quantifica resultados de uma intervenção e estabelece relações causais entre as ações do projeto e os indicadores de interesse, permitindo afirmar se as alterações ocorridas foram realmente resultado da intervenção ou se ocorreriam de qualquer forma. O retorno econômico mede o retorno do programa em termos monetários para a sociedade por meio da comparação dos custos do projeto com os benefícios gerados para o público atendido.

Com o objetivo disseminar a cultura e a prática da Avaliação Econômica de Projetos Sociais são organizados cursos, seminários, oficinas e eventos voltados para gestores de projetos sociais de organizações da sociedade civil e órgãos públicos. A Rede de Avaliação Econômica de Projetos Sociais tem fundamental importância na disseminação da metodologia e articulação dos profissionais que passam pelas atividades formativas oferecidas pela área. Também são realizadas avaliações econômicas de projetos sociais desenvolvidos pela própria Fundação Itaú Social, por organizações parceiras e, também, de políticas públicas voltadas para a educação.